ERASMO SHALLKYTTON

O POETA É O SENHOR DE TODAS AS EXALTAÇÕES HUMANAS

Textos


Eu te amo sem fronteiras



Meu amor, eu olho e vejo o céu.
Com nuvens brancas
Os ventos sopram
Os pássaros voam
Borboletas voam sem fronteiras.

Meu amor, eu vejo o sol.
Com todo o esplendor
Abrindo o dia mais bonito
Entre as formações de nuvens
Vem chuva, neve e trovão. É a natureza.

O céu é o azul da nossa vida
O símbolo de grande autoridade
Isso me faz viver com você
Respirando o mesmo ar
Então, eu adormeço em seus sonhos.

A noite é mais charmosa
Com a lua cheia - Há liberdade
Eu vislumbro as esperanças
Sentindo seu suave perfume
No flash que pisca para mim.

Assim é a alma apaixonada
Invisível aos nossos olhos
Purificação em todos os relances
A interminável união de emoções
Que vive em nossos corações.

Meu amor, tudo ilustra este espaço
Em especial ouvindo agora – “I like chopin”
Movendo nas artérias o pulso da paz
Quando você abre a boca
E me diz: Eu te amo.

Eu sinto a paz interior
Ouvindo essa música com você
Oh! Como eu gostaria de ver o mundo de forma diferente
Sem desigualdades entre humanos
E a globalização como bandeira da paz e do amor.

Meu amor! Se não há união entre povos
Podemos viajar em nossa nave espacial
Vamos viver no planeta "Proxima b"
Depois de tudo. Você e eu somos viajantes do tempo
Temos o nosso DNA modificado.

Assim, é a existência do universo
Nossa química e física na vida
E na frente do céu que não vemos o fim
É a luz dourada desse sentimento
E faz a misteriosa atração do amor.

Minha querida! O meu amor é muito forte
Nenhuma parede separa nossas fronteiras
Nenhuma parede divide nosso amor
Nada, nada impede nossos sonhos
Na conquista de nossos desejos.

Suave e doce, é o seu único olhar
Romântico e com charme
Você me faz sonhar todos os dias
Essa alegria que é contagiosa para mim
Você é um grande céu de amor. Eu te amo.


 
ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 29/01/2017

Música: I Like Chopin - Paul Mauriat

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras