ERASMO SHALLKYTTON

O POETA É O SENHOR DE TODAS AS EXALTAÇÕES HUMANAS

Textos


A luz do nosso amor



e
se
meu
amor
anegar
pausado
arrastado
silenciado
compassado
eu conviverei
na intensidade
mais sorridente
da sua existência
é minha aparência
incluso na sua alma
por todos os fadários
eu residirei no agrado
da formosura senhorita
minha espaçada donzela
a flor mais bela é toda ela
singela meiguice pra viver
todas insígnias inolvidáveis
que a calentura faz acontecer
sem perder a pureza, e pra crer
nessa idolatria da grande magia
nós dois idearemos belas estadas
em toda a composição astrofísicas
com o fulgor que tens na face linda
da mais balizada estrela do universo
distinta, e maquiada nos limites puros
da equivalência dos arremates estelares
a paz celebrada nos rincões do ambiente
és tu a KIC 8462852 na perfeição e apuro
enigmática em todos os espetáculos estelar
luz que irradia as constelações de todo orbe
perpétua com chama invisível aos indivíduos
tens um pedaço de luz quântica em cada franze
intrigando mais ainda o homem do nosso mundo
e por isso, és
sempre a mais esplêndida e invisível
com força eletromagnética da cacimba dos átomos
capta umas mutações de fluxos condensadas à parte
sorrindo na perdição infindável sem alguma medição
eu vou enraizar no raio magnético contumaz em beijos
apertando em circunferências no vácuo do seu contorno
absorvendo as neutralidades no lacônico das velocidades
serei digno da transformação imaterial das suas calenturas
imergindo nas partículas subatômicas do vestido energético
és enflorada nas linhagens
do meu pensamento imperceptível
tens uma
 beirada de luzes inteligentes na ladeira da conquista
essa luz,  eu sonhei no ano de 2006. E depressa, eu criei a frase
citada no site: http://shallkytton.com/visualizar.php?idt=153894
eu
me arrojo na materialidade da cobertura em vida planetária
e não possuo o fanal da agitação que se abafam nos empíreos
se tudo gira no fulgor da abertura e expansão do seu espírito
eu quero tê-la na mente, e o corpo das arrabaldes da ternura
dar-te-ei a sombra material dos campos corporais no plano
infindos ósculos sem limite  no acasalamento vibracional
sentirás a púrpura em tons do amor em diversas calibres
na causa e efeito, seremos a dimensão mais absorvente
não
haverá relatividade visualizando nas  boas ideias
e vestindo em multicores colaterais a musa da noite
abiscoitando os degraus das frequências talentosas
fruto das nossas constelações estelares
de outono
na estação que vislumbra a limpidez da amizade
a qualidade da sua voz que abrolha é a mistura
na aventura da minha criatura que tanto atura
dos beijos seduzidos da sopro que eu respiro
tem
o sabor do plasma ionizado na afeição
citando notável flash da união perpetuada
florescendo em nossos núcleos o carinho
enriquecendo
de nêutrons a nossa sede
em
horizontais nas latitudes toleradas
eu serei sempre teu único namorador
açambarcando o íntimo da cacimba
na fina flor que abafa o puro amor
prevalece
o primor protuberante
nessa idolatria da grande magia
sem perder a pureza, e pra crer
que
a calentura faz acontecer
todas insígnias inolvidáveis
singela meiguice pra viver
a flor mais bela é toda ela
minha espaçada donzela
da formosura senhorita
eu residirei no agrado
por todos os fadários
incluso na sua alma
é minha aparência
da sua existência
mais sorridente
na
intensidade
eu conviverei
compassado
silenciado
arrastado
pausado
anegar
amor
seu



 
ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 21/03/2017
Alterado em 22/03/2017

Música: wicked game 2 - Chris Isaak

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras